Textos

Carol Macedo: “Magreza não é sinônimo de doença”

Aos 25 anos, Carol Macedo sabe como lidar com seu corpo e aceitar seu biotipo físico. Mas nem sempre foi assim, em conversa com a Marie Claire, a atriz conta que “quando era mais nova ficava um pouco incomodada por ser muito magrinha e tomava vitaminas para engordar”.

“Nada adiantava muito porque meu biotipo é esse. Conforme fui crescendo e amadurecendo aprendi a me amar do jeito que eu sou e como sempre digo: ‘magreza não é sinônimo de doença’, não tinha porque não me aceitar, já que nunca tive anemia ou qualquer tipo de fraqueza”, diz Carol.

A atriz, que vive a Paulina na novela das 19h O Tempo Não Para, já conseguiu engordar em um determinado momento da sua vida, quando interpretou uma personagem de sucesso: a Sol de Fina Estampa (2012).

“Eu malhava muito para a personagem e para ajudar tomava suplementos, eles me davam muito gás e fome, então ganhei 10kg de massa – e também gordura, já que o tempo pra malhar conforme a novela ia passando foi diminuindo e a fome aumentando”, conta Carol aos risos. “Assim que acabou a novela eu parei de malhar pesado e de tomar os suplementos e sequei, voltando pro meu peso normal em dois, três meses”.

Carol diz que recebe muitas mensagens pedindo conselhos sobre aceitação do corpo. “As meninas me escrevem sobre como fazer para encontrar looks, quais as lojas. Muitas dizendo que tinham vergonha de usar determinadas roupas, mas quando veem que eu usei acabam se inspirando e por aí vai. Isso me deixa muito feliz”.

A atriz conta que adora cuidar do corpo, não só pela vaidade, mas também pela saúde. “Sempre me alimentei bem, não por fazer dieta, e sim por ser costume na minha casa. Posso dizer que não sei viver sem comer salada, verduras e legumes, sinto prazer de me alimentar bem e de forma saudável. Desde pequena pratiquei esportes, natação e dança e quando mais velha musculação e MMA Fitness”.

Menina versátil
Na TV desde 2010, Carol mostra-se super versátil em todos os seus papéis. “Agradeço todos os dias por ter tido a sorte de fazer cinco novelas com personagens tão diferentes, me joguei 100% e foquei muito em todas elas. Conforme cada uma foi passando eu fui crescendo e amadurecendo junto.

Acho que também por ter começado a trabalhar muito cedo -com 7 anos já fazia publicidade na TV- ajudou a trazer o peso da responsabilidade já na minha primeira personagem, a Kelly em Passione, que tinha uma carga emocional grande e muito peso na história”.

Em sua atual novela, a personagem de Carol está prestes a descobrir quem é seu verdadeiro pai. “É o grande segredo da sua vida, que é sobre a paternidade. A verdade de que o Eliseu não é seu pai e sim seu avô vem à tona e ela vai sofrer muito com essa revelação. Mas ao mesmo tempo ela está descobrindo o que é o amor e isso vai ser o apoio dela”.

Falando em amor, Carol namora Rafael Eboli desde 2016 e conta que seus planos para o casamento é “deixar rolar”. “Eu sempre gostei de viver o hoje e deixar a vida acontecer um dia de cada vez, mas é claro que penso sim em casar e formar uma família. Deixo rolar porque sei que na hora certa vai acontecer”.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close